Maria
Prosa e Poesia
CapaCapa
TextosTextos
E-booksE-books
FotosFotos
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos

Onde Tem Pão
Senhor quero agradecer,
que tenho onde viver,
que vivo onde tem pão
e não lá fora,
onde não tem nada.
Isto me faz perguntar:
- Por que tenho o que comer?
Por que o outro não tem?
E por que alguém não tem nem água?

Senhor quero agradecer,
que tenho o que comer
e não preciso mais passar fome.
Mas quero pedir, que isso me leve
a também refletir
e pensar naquelas pessoas,
que não podem viver,
e nem podem morrer,
porque não tem onde.

Senhor quero agradecer,
por tudo que tenho
que tenho água para tomar
que posso viver
e tenho onde morar.
Que isso me leve a pensar
que tenho uma tarefa,
de agora ajudar aquele,
que fica em qualquer lugar.

Meu Pai já cuidou de tudo
há muito tempo atrás.
E me dá tudo o que preciso.
E agora o que posso, quero fazer.
E darei o que posso dar.
Meu Deus, abra-me os olhos!
Mostre-me onde e quando.
E que faça com o que tenho,
uma outra pessoa feliz.

Esta é minha vida!
Tenho tudo o que preciso!
Mas tem aquele que não tem nada
e se esconde em qualquer lugar.
Por isso Deus precisa de mim aqui.
Aqui nesta cidade.
Onde pessoas de posses vivem.
Mas tem aquele que tem fome.
E quero que me mostre onde ele está.

Porque lá, quero muito ir.
O que posso, quero fazer.
E darei o que posso dar.
Meu Deus abra-me os olhos!
Mostre-me onde e quando.
Mostre-me um lugar deste mundo,
onde o homem tem fome.
E que o meu dinheiro compartilhe
e mate a fome de uma pessoa.

Baseado na música de Manfred Siebald - "Womit hab ich das verdiet" - Deutschland.
Maria
Enviado por Maria em 28/09/2008


Comentários