Maria
Prosa e Poesia
CapaCapa
TextosTextos
E-booksE-books
FotosFotos
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos

Telheiros Interiores

Deságuo-me em calhas de palavras...
Se as cuspo ao léu é porque me afogo
em enchentes interiores.
Deve ter me chovido em demasia
nos riachos da alma.
Vou-me, taciturna, em busca
de telheiros para me abrigar...
Encontro meu próprio silêncio e me calo...
é assim, no silêncio... a minha poesia,
o meu coração, o meu sentimento...
Maria
Enviado por Maria em 09/07/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários