Maria
Prosa e Poesia
CapaCapa
TextosTextos
E-booksE-books
FotosFotos
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos

Assovio de Solidões
No fundo a íris dos meus olhos,
abismos abissais tecem estradas feitas de pó.
A alma aduz (in)lucidezes
que chegam de onde nem sei,
sacudindo a poeira do caminho...
Ouço o silêncio dos campos...
Quem colhe os sons inaudíveis?
O vento, que assovia solidões...
Maria
Enviado por Maria em 05/12/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários