Maria
Prosa e Poesia
CapaCapa
TextosTextos
E-booksE-books
FotosFotos
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos

Lamento
Em oração a alma fala o que vai no peito,
grita o que corre dos olhos, molha o leito,
pede que a tempestade cesse, acabe,
e que o sol brade seu grito de alento.

De um lado ao outro se embala meu ser,
como num berço de acalentar despedidas,
abraça-se em si, toca o céu da dor,
e soluça o espírito em manso torpor.

Sem entender, nem compreender, o todo,
as tantas palavras, promessas, sem as ver,
relembra-as com o peito a arder, é muito sofrer.

E agora o silêncio que prende a voz, o canto,
ecoa já em mim, retumba em ti, no vento,
é eco do teu, - ah! como lamento.
Maria
Enviado por Maria em 17/01/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários