Maria
Prosa e Poesia
CapaCapa
TextosTextos
E-booksE-books
FotosFotos
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos


Velhas Estradas

A vida é feita de incógnitas e mais incógnitas.
Por isso, tangenciei meu horizonte
a partir das paralelas que colocaram
sob meus pés e ao lado do caminho...
Se não sei mais pisar velhas estradas,
se não conheço a linguagem que aqui não se traduz?
E quantos também não sabem por que um dia
abriram os olhos e porque um dia haverão de fechá-los?
Sou andarilha da luz. Tenho pés de barro
e tangenciei meu horizonte a partir das paralelas
que colocaram sob meus pés...
Maria
Enviado por Maria em 03/02/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários