Maria
Prosa e Poesia
CapaCapa
TextosTextos
E-booksE-books
FotosFotos
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos


Pele Cascalho da Alma

Vês miragens de densas noites em meus olhos de poeta?
Não consegues ver a luz lá no fundo,
beirando os umbrais de minha retina?
Talvez, não olhes tão fundo assim,
caminhas apenas o raso... na superfície feia e grossa...
Na pele cascalho da alma desnuda e estranha...
Vês apenas minhas horas de solidão e deserto,
o eco dos gemidos de dor de outros tempos
e por isso percebes só a letra triste de meus versos...
Não vês a luz que brilha no fundo, não enxergas
(nunca vistes apesar de para elas olhar)
as palavras ditas para ninguém, as gritadas em silêncio -
em eternidades de vontade de um dia dizê-las a ti...
Maria
Enviado por Maria em 10/09/2018
Alterado em 10/09/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários