Maria
Prosa e Poesia
Capa Textos E-books Fotos Livro de Visitas Contato
Textos
(Ab)sinto

Perdoa a insipidez absinta que, muitas vezes, sou... Também que não conheço todos mapas do caminho... Não tenho senso de direção e me perco até de mim... No entanto, acolho a luz que me é dada sem honorários... porque o que me é precioso eu sei... e dessa preciosidade quero e absurdo viver...
Maria
Enviado por Maria em 05/01/2019
Alterado em 05/01/2019
Comentários