Maria
Prosa e Poesia
Capa Textos E-books Fotos Livro de Visitas Contato
Textos
Líridas de Sonhos
 
E podíamos deslizar as asas por sobre o pó das estrelas, cozendo nossas terras às Líridas que de tempos em tempos atravessam a retina de nossa cotidiana noite... Se ao pé de nossos abismos nascerem oceanos e horizontes é porque o incomensurável de luz que nos navega também nos enche de belezas e méritos interiores. E, assim seguiríamos, vestindo cordões de estrelas no pescoço e nudez nos pés de areias macias e quentes para nossas marés de sonhos...
Maria
Enviado por Maria em 05/05/2020
Alterado em 05/05/2020
Comentários