Maria
Prosa e Poesia
Capa Textos E-books Fotos Livro de Visitas Contato
Textos
Sombras Uivantes

Ando desertos, pisando oásis
em meio à areias escaldantes.
É que já morri tantas vezes
que o sol castigante
não me é mais impedimento para ir...
O que escorre em minhas veias
é o sabor da luta vencida,
do cântico cadente de estrelas que um dia,
montanhas ao fundo,
sentada aos pés da sabedoria,
recebi em minha palavra escrita.
Sou flor de pés de barro, sim, eu sou...
e perambulo minhas velas
por entre as sombras
e pedras uivantes do deserto,
como se oásis fosse...
Maria
Enviado por Maria em 26/07/2020
Alterado em 26/07/2020
Comentários