Maria
Prosa e Poesia
Capa Textos E-books Fotos Livro de Visitas Contato
Textos
Não sei sustentar silêncios

Queria ter essa capacidade de sustentar silêncios e ofertar flores,
ser folha e irradiar luz mesmo o céu nublado,
e o caminho neblinado de incertezas...
É que ainda não sei rezar silêncios,
que falem sem contar todos os meus sentidos.
Sei que as mãos postas tornam inaudíveis os barulhos do mundo,
mergulhando o ser nas marés de sossego e quietude,
nos sons da vida interior.
Mas, nem sempre faz sol nas grietas lá de dentro.
Tem dias que chove chuva sobre as asas e penas da alma em ebulição...
Maria
Enviado por Maria em 27/08/2020
Alterado em 27/08/2020
Comentários