Maria
Prosa e Poesia
Capa Textos E-books Fotos Livro de Visitas Contato
Textos
Silêncio de Línguas

Mesmo o silêncio de línguas,
o calar dos sentidos,
a fragilidade de não saber,
o tempo de distâncias...

Penso além do passo que fica, querendo ir.
Acredito que ainda há sorrisos abertos
esperando um abraço, um toque de felicidade
num meigo olhar de musgo e floresta.
Que o seu calor abrace o coração
e afugente saudades e incertezas de amanhãs...
Maria
Enviado por Maria em 09/09/2020
Alterado em 09/09/2020
Comentários