Maria
Prosa e Poesia
Capa Textos E-books Fotos Livro de Visitas Contato
Textos
Entrelaços

Olho meu plano de voo, escritura de vida,
na textura do sonho.
Entre os ramos do dia que foi,
um olhar de alturas, um querer de luz
e caminhos de folhas verdes.
Não é um gesto imposto,
é uma urgência da alma.

Entrelaços de sonhos que bordem proximidades
e eternizem felicidades no túnel do tempo.
"Talvez um aconchego que enfatize a vida
e amenize dores..." canta o poeta.
Aquelas, da saudade de um abraço,
do toque que diz: "estou aqui"...
Maria
Enviado por Maria em 14/09/2020
Alterado em 14/09/2020
Comentários